Na noite de ontem (11), o adolescente Carlos Henrique da Silva de Souza, de 16 anos, que estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Votuporanga/SP, faleceu após três dias sob cuidados médicos na unidade hospitalar local. 

No entanto, familiares do jovem questionam a qualidade dos atendimentos e a peregrinação de Carlos, já com estado de saúde debilitado, pelos centros de saúde da cidade, sofrimento que pode ter contribuídopara a morte repentina e extremamente prematura do adolescente. 

Em contato com a mãe do adolescente, ela contou a reportagem do Votunews, que Carlos começou sentir-se mal há aproximadamente 20 dias, quando procurou atendimento no Pronto Atendimento Municipal Fortunata Germana Pozzobon, na zona norte da cidade, onde após exames, ficou diagnosticado uma infecção de garganta, sendo receitado medicação e alta médica.  

Dias depois, persistindo os sintomas e tendo acrescido inchaço pelo corpo, a mãe teria acompanhado o jovem novamente até a mesma unidade médica, onde após consulta, médicos teriam acionado o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que optou por socorrer Carlos, na Santa Casa. 

Após atendimento, os profissionais teriam diagnosticado a enfermidade como “problemas relacionados ao crescimento”, sendo o jovem liberado em seguida, no entanto, seu quadro clínico piorava vertiginosamente.  

Dias depois, a mãe, desesperada e desamparada procurou auxílio nas redes sociais, onde recebeu apoio de vereadores, que conseguiram uma avaliação médica no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) que acionou o SAMU e recomendou cuidados médicos imediatos. 

Novamente na Santa Casa, o jovem foi internado, já no final da tarde de sexta-feira (9), com dor precordial (dor no peito) e dispneia, permanecendo na unidade até a noite de ontem, quando foi registrado o óbito, sem causa explicitada. 

O que diz a Prefeitura de Votuporanga 

Procurada pela reportagem do Votunews, a administração pública informou que “a Secretaria da Saúde está em contato com a Organização Social de Saúde que administra a Unidade de Pronto Atendimento para levantamento do histórico de atendimentos do paciente, bem como analisar as condutas adotadas para, posteriormente, emitir um parecer sobre o caso. 

O que diz a Santa Casa 

Em resposta ao Votunews, “a Santa Casa de Votuporanga informa que C.H.S.S., de 16 anos, deu entrada no Pronto Socorro na última sexta-feira (9/8), às 18h23, com dor precordial (dor no peito) e dispneia. Ele foi atendido na Emergência e, após, encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde no domingo (11/8) veio a falecer, por volta das 20h30. O corpo foi enviado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de São José do Rio Preto, para que a causa da morte seja esclarecida. O Hospital está analisando a assistência prestada. 

FONTE- VOTUNEWS -  POR REDAÇÃO

Deixe seu Comentário