Vídeo mostra policial atirando em morador de Fernandópolis durante abordagem; homem morreu

Um vídeo feito durante uma abordagem policial mostra o momento que um morador de Fernandópolis (SP) é baleado por um policial militar. O homem, de 41 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de sexta-feira (19).

Antes de ser baleado, o homem se envolveu em uma confusão com os policiais e chegou a ser rendido com um golpe mata-leão.

A Polícia Militar informou que afastou da atividade operacional e instaurou um inquérito policial militar (IPM) para apurar a conduta do PM. A polícia não comentou sobre a abordagem do policial com o golpe.

De acordo com o boletim de ocorrência, a confusão aconteceu depois que os policiais foram atender uma ocorrência de acidente de trânsito envolvendo a mulher da vítima, que teria atropelado um ciclista com uma moto e deixado o local sem prestar socorro.

 A polícia foi chamada para atender a ocorrência no bairro Acapulco. Enquanto alguns policiais faziam o registro, outros buscavam pela motociclista. A mulher foi encontrada em outra rua do mesmo bairro onde ocorreu o acidente.

Ainda conforme a PM, enquanto os policiais abordavam a mulher, a vítima, marido da motociclista, começou a discutir com os policiais, quando começou uma briga entre o homem e um sargento da PM.

Nas imagens é possível ver o homem sendo imobilizado com um golpe de mata-leão. Na sequência, o homem se soltou e entrou na casa.


Segundo a Polícia Militar, ele voltou com uma marreta ameaçando o PM. No vídeo dá para ouvir o policial falando para o homem largar a marreta e se afastar, quando atira nele no momento em que a vítima teria avançado sobre o policial. É possível ouvir dois disparos e gritaria.

Uma equipe do Seviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando chegou o ajudante de pedreiro já estava morto.

A mulher dele foi presa acusada de lesão corporal, omissão de socorro e fuga de local de acidente, além do crime de resistência.

Já a ocorrência do homem baleado foi registrada como homicídio simples e legítima defesa, mas segue sob investigação após a avaliação do vídeo pelas autoridades.


sbtnoticias.com

Deixe seu Comentário