A família de Tom Veiga quer exumar o corpo do ator por suspeitar que ele teria sido envenenado. O artista conhecido por interpretar Louro José no programa Mais Você, da Globo, foi encontrado morto em novembro de 2020 aos 47 anos, vítima de um AVC, de acordo com o IML.

Três dias antes de morrer, Tom Veiga disse em áudio que tiraria ex-mulher de testamento

Segundo o colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, a ex-mulher de Tom, Cybelle Hermínio da Costa Veiga, teria feito o artista assinar um testamento que a incluísse, com direito a uma pensão de R$18 mil por um ano. Contudo, Tom teria tentado retirar o nome de Cybelle, mas morreu dias depois.

O testamento de Tom teria disposto 50% de seus bens aos quatro filhos, dois do casamento com Cristina Rilco e dois de Alessandra Veiga. A outra metade ficaria com Cybelle, com quem ele foi casado de janeiro a setembro de 2020.
De acordo com o jornal Extra, três dias antes de morrer, Tom pediu a um amigo que fosse com ele a um cartório para testemunhar uma mudança em seu testamento. Ele queria retirar o nome de Cybelle do documento. Em um áudio recebido pelo jornal, ele teria dito: “Pode ir lá comigo para cancelar essa bosta?”.

A reportagem do Extra ainda diz que os filhos de Tom estão movendo uma ação cível para provar a indignidade de Cybelle como herdeira e outra para que Amanda seja a inventariante.
Cybelle também está pedindo à Justiça o direito de ser inventariante do espólio de Tom.

Tom e Cybelle casaram-se em janeiro de 2020. Em setembro, já estavam separados.


Fonte-uai.com

Deixe seu Comentário