Uma menina de 11 anos foi transferida para a casa de outro familiar após a sua tia a agredir com uma mangueira de jardim para puni-la. A menina não possui pai e sua mãe faleceu, ficando a tia com a guarda.

As agressões começaram pois a menina teria se envolvido, junto com colegas, em um problema em uma creche, onde elas teriam entrado na caixa d’água do local. Segundo boletim de ocorrência, para punir a sobrinha, a tia a espancou com uma mangueira de jardim, deixando marcas e arranhões nas pernas e braços dela. Vizinhos ouviram o ocorrido e chamaram a polícia. 


No local, os policiais encontraram o marido da tia, que teria explicado a situação e dito que ela ficou muito nervosa e se excedeu. O Conselho Tutelar foi acionado e, junto com a vítima, compareceram na Central de Flagrantes.


Ainda de acordo com informações do boletim, a menina, em conversa com o conselheiro, teria confirmado as agressões e citado, também, um suposto abuso sexual por parte do marido da tia. Ela contou que ele teria passado a mão em seu corpo enquanto ela dormia na cama junto com a tia.


Após conversar com a mulher e a sobrinha, o conselheiro orientou que a menina ficasse na casa de outro familiar até que a situação seja apurada. Foram solicitados exames do Instituto Médico Legal (IML) para a criança, que será atendida no Hospital da Criança e Maternidade (HCM), e o caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).


Fonte- DL News - Por: Bruna Yamasaki

Deixe seu Comentário